DANCINHA

quinta-feira, 30 de outubro de 2008

Ato Falho


Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.

Um ato falho, lapso freudiano ou parapráxis é um erro na fala, na memória ou numa ação física que seria supostamente causada pelo inconsciente.

Alguns erros, como o marido que acidentalmente troca o nome da própria esposa pelo da amante, parecem representar casos relativemente claros de atos falhos ou deslizes freudianos. Noutros casos, erros triviais ou bizarros na aparência podem encerrar um significado mais profundo se analisados.

Os actos falhos não são limitados ao discurso oral ou a desejos sexuais reprimidos, podendo afetar até mesmo à cognição, que se vê prejudicada por fixações do inconsciente.

Sigmund Freud descreveu o fenômeno denominando-o em língua alemã Fehlleistung (em português a tradução é ato falho; em inglês usa-se a expressão Freudian slip) em seu livro de 1901 Sobre a psicopatologia do cotidiano.

Nenhum comentário:

Postar um comentário