DANCINHA

quarta-feira, 6 de abril de 2011

Judiciário esvazia operação da PF

O Superior Tribunal de Justiça (STJ) esvaziou ontem a Operação Castelo de Areia, deflagrada em 2009 pela Polícia Federal (PF) para investigar um esquema de evasão de divisas, lavagem de dinheiro, crimes financeiros e repasses ilícitos de recursos a políticos que envolveria três executivos da construtora Camargo Corrêa. 

Os ministros da 6 Turma do STJ julgaram ilegais e, portanto, nulas provas obtidas pelo Ministério Público e pela PF a partir da denúncia anônima de um doleiro à Justiça Federal de São Paulo em 2007.

Entre as provas anuladas estão conversas telefônicas entre os investigados gravadas com autorização do juiz Fausto De Sanctis.

Correio do Povo

Nenhum comentário:

Postar um comentário