DANCINHA

sexta-feira, 12 de novembro de 2010

Reforma Agrária tem novo ponto de comercialização no RS


Por Bianca Costa
Da Página do MST

Os pequenos agricultores do Rio Grande do Sul contam com um novo espaço para a comercialização de seus produtos na capital gaúcha. 


O "Contraponto, Entreposto de cultura, saúde e saber" comercializa desde os alimentos dos assentamentos da Reforma Agrária a produtos da Economia Solidária.

O espaço foi oficialmente inaugurado na noite desta quarta-feira, ao lado da Faculdade de Educação da Universidade Federal do Rio Grande do Sul, na região central de Porto Alegre.

Durante todo o dia, foram realizadas atividades culturais e feiras da Economia Solidária.

A solenidade de inauguração contou com a presença do reitor da Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS), Carlos Alexandre Netto, e do coordenador do Núcleo de Economia Alternativa da Universidade (NEA), professor Carlos Schmidt.

O grupo que participa do NEA foi um dos idealizadores do projeto, que pretende desenvolver alternativas à economia capitalista. Nesse sentido, a intenção do núcleo é estimular uma organização social diferente do capital e do trabalho assalariado.

De acordo com Schmidt, essa nova forma de organização, sustentada pela economia alternativa e vivenciada na prática pelos assentados da Reforma Agrária e os movimentos sociais, gera a desalienação do homem com relação ao seu trabalho. “Isso acontece pois é o trabalhador que decide como será a gestão da produção e da circulação dos produtos que ele próprio produz”, explica.

Além do espaço para a circulação da mercadoria produzida por pequenos produtores associados, o local ainda se destina para a discussão de temas voltados a alternativa de organização da sociedade apresentada pelos movimentos sociais populares do campo.

Atualmente, aproximadamente 11 empreendimentos de pequenos produtores associados, dentre eles a Cooperativa Central dos Assentamentos do Rio Grande do Sul (COCEARGS), comercializam seus produtos na Contraponto.

Nenhum comentário:

Postar um comentário