DANCINHA

sexta-feira, 6 de novembro de 2009

Candidato de esquerda lidera corrida presidencial uruguaia


MONTEVIDÉU (Reuters) - O candidato uruguaio de esquerda, o senador José Mujica, está liderando a corrida pela Presidência nas eleições marcadas para o fim deste mês, com 49 por cento das intenções de votos, segundo pesquisa de opinião divulgada na quinta-feira.

Cerca de 42 por cento dos eleitores votarão a favor do candidato de centro-direita, o ex-presidente Luis Lacalle, enquanto 9 por cento estão indecisos, segundo a pesquisa feita pela empresa de consultoria local Factum.

No primeiro turno, em 25 de outubro, Mujica obteve 47,9 por cento dos votos, pouco abaixo dos 50 por cento necessários para evitar um segundo turno. Os dois candidatos disputam nova votação em 29 de novembro.

Enquanto alguns países na América Latina têm se voltado à extrema esquerda nos últimos anos, a liderança esquerdista uruguaia tem se alinhado com a ala moderada, assim como no Brasil e no Chile.

(Reportagem de Conrado Hornos)

Comentário do blogueador: A Reuters, ou pelo menos seu funcionário que reportou essa notícia, parece ter conceitos extremamente claros de "extrema esquerda" e "esquerda moderada", conforme consta - e ressaltei - na última frase desta reportagem. Até não muito tempo agências de notícias internacionais denominavam de "extrema esquerda" alguma coisa como grupos, com ideologia de esquerda, armados, que optavam por ações diretas de guerrilha e/ou terrorismo. Quem seria a "extrema esquerda" atualmente, na visão dessas agências, aqui na América Latina? Pela foto capturada em encontro da Unasul, acima, vemos Chavez na extrema esquerda e Zelaya na extrema direita.

Nenhum comentário:

Postar um comentário