DANCINHA

quarta-feira, 8 de abril de 2009

Porto Alegre, a capital dos gordos


CORREIO DO POVO
PORTO ALEGRE, QUARTA-FEIRA, 8 DE ABRIL DE 2009

O excesso de peso é um problema comum a 43,3% da população brasileira e a obesidade, a 13%. Entre as capitais, Porto Alegre é a que tem mais obesos e gordos do país. Os dados integram uma pesquisa do Ministério da Saúde, relativa ao ano passado, que identificou aumento de 1,6 ponto percentual no índice de obesidade em relação a 2006. Os resultados revelam que 47,3% dos homens e 39,5% das mulheres no país têm excesso de peso.
Os números contrastam com a mudança nos hábitos alimentares. O consumo de carne com gordura baixou de 39,2% em 2006 para 33,8% no ano passado e o de frutas e hortaliças subiu de 23,9% para 31,5%, na mesma base de comparação. O ministro da Saúde, José Gomes Temporão, não vê contradição nesse fato. 'A impressão é que um número muito grande de pessoas acima do peso ou obesas começaram a desenvolver práticas diferentes', disse.
A projeção é confirmada pela redução no contingente de sedentários, de 29,2% em 2006 para 26,3% em 2008. O levantamento aponta que a inatividade, predominante nas capitais do Nordeste, cai de acordo com a escolaridade. Natal, Recife e João Pessoa lideram esse ranking. Entre os idosos (com mais de 65 anos), o sedentarismo atinge 52,6%. O consumo abusivo de álcool cresceu de 16,1% para 19%, com maior expansão entre mulheres de 18 e 24 anos (alta superior a 20%). Quanto ao tabagismo, o hábito caiu de 34,8% da população em 1989 para 15,2% em 2008. Um ano antes, o índice foi de 16,4%.

Nenhum comentário:

Postar um comentário