DANCINHA

sexta-feira, 24 de abril de 2009

Chefe do narcotráfico diz ter financiado campanha presidencial de Uribe

Don Berna:

Claudia Jardim
De Caracas para a BBC Brasil

Um dos mais poderosos chefes do narcotráfico na Colômbia afirmou ter financiado a campanha eleitoral do presidente colombiano, Álvaro Uribe, alegando que era a única maneira de livrar o país da "ameaça comunista".

Diego Murillo, conhecido como "Don Berna", foi condenado na quarta-feira por uma corte dos Estados Unidos a 31 anos de prisão e ao pagamento de US$ 4 milhões em multas pelo crime de narcotráfico.

Após ser condenado, "Don Berna" disse que fez campanha a favor de Uribe e que vendia drogas "para ajudar a seu povo".

"O acusado apoiou a eleição do presidente Uribe em 2002, doou grandes quantidades de dinheiro à sua campanha, fez campanha a seu favor (...) porque acreditava que a paz era importante", afirmou Margaret M. Shalley, advogada de Murillo.

"Era a única maneira de confrontar o avanço das guerrilhas comunistas", acrescentou.

Desde que chegou ao poder, Uribe tem endurecido a política de combate às guerrilhas e incentivado a desmobilização dos rebeldes com a promessa de pagamento de recompensas.

"Don Berna" foi extraditado em maio do ano passado para os Estados Unidos, junto a outros 13 chefes das Autodefesas Colombianas (AUC), grupo paramilitar de direita criado para enfrentar as guerrilhas de esquerda no país.

MAIS AQUI

Nenhum comentário:

Postar um comentário