segunda-feira, 14 de abril de 2008

Higiene das mãos evita Acinetobacter



Correio do Povo:

"A partir da divulgação de que quatro hospitais gaúchos foram contaminados com a bactéria Acinetobacter sp, a população tem inúmeras dúvidas sobre os casos de infecção, além do temor de ir a hospitais. O microorganismo, resistente a antibióticos, foi o responsável pelo fechamento da UTI do Hospital de Pronto-Socorro (HPS) da Capital, contaminando sete pacientes. No Grupo Hospitalar Conceição, 48 pacientes estão contaminados. Apesar de haver outras bactérias mais virulentas, a Acinetobacter sp está em destaque no momento, avalia o chefe do Serviço de Infectologia do Hospital São Lucas e gestor médico do Serviço de Controle de Infecção do Hospital Mãe de Deus, Gabriel Azambuja Navaez. Pacientes que passaram longo tempo internados (em especial nas UTIs), os que se submeteram a cirurgia ou longos tratamentos com antibióticos, além de idosos, são os mais suscetíveis à contaminação. O médico esclarece que não existem ainda trabalhos conclusivos que mensurem o verdadeiro risco adicional da Acinetobacter sp ao paciente. 'Os trabalhos sobre o assunto são contrastantes', diz ele. Ao orientar a população, Navaez sustenta que 'as pessoas não devem ficar com medo de procurar os hospitais'. Um fator importante no combate às infecções é a higiene das mãos, fundamental para evitar a disseminação dessa bactéria."

MEU COMENTÁRIO: Ou seja, pelo que entendi os médicos e enfermeiros que atuam em áreas fechadas não lavam as mãos antes de entrar.

2 comentários: